Unoesc desenvolverá projeto em escola de Joaçaba com apoio da Lei de Incentivo à Cultura

 

A Unoesc colocará em prática a partir de março o projeto de inclusão social “Música na escola: o som da MPB na ditadura militar”. Para viabilizar o projeto, aprovado pelo Ministério da Cultura, a universidade contou com recursos referentes à Lei de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313/1991).

Por meio dela, os incentivadores descontaram, conforme os percentuais permitidos pela legislação tributária, parte do imposto de renda devido ao projeto, que beneficiará os alunos do 5º, 6º e 7º ano da Escola Municipal Rotary Fritz Lucht, conforme explicou a diretora de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão da Unoesc Joaçaba, professora Jéssica Romeiro Mota.

 

— Submetemos o projeto junto ao Ministério da Cultura, visando desenvolver a musicalidade, o teatro e o coral na escola de Joaçaba. Estamos bem satisfeitos em concretizá-lo, contribuindo para a cultura da nossa região — disse.

 

O projeto “Música na escola: o som da MPB na ditadura militar” consiste na disponibilização de oficina de canto, artes cênicas e instrumentos aos alunos. A intenção é proporcionar o desenvolvimento da criança tanto na parte cognitiva quanto no âmbito escolar, a fim de potencializar sua imaginação, linguagem, atenção e memória.

 

O tema proposto ao projeto fará ainda uma integração entre as artes e o conhecimento da história política vivida nos tempos da ditadura militar, tornando o aluno construtor do seu próprio conhecimento.

 

— Queremos agradecer a todos que contribuíram com este projeto encaminhando parte do valor destinado ao imposto de renda. Vocês acreditaram na proposta e na mudança da realidade social por meio da educação, música e cultura — finalizou Jéssica.

 

Fonte: Jessica Novello/Portal Unoesc.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *